Nas linhas da cultura

Secretaria de Estado de Cultura realiza 8º Encontro Estadual de Museus

A Secretaria de Estado de Cultura abre, amanhã, no Teatro José Aparecido da Biblioteca Pública Luiz de Bessa, na Praça da Liberdade, o 8° Encontro Estadual de Museus de Minas Gerais. A abertura vai contar com presença do secretário de Cultura, Angelo Oswaldo. 

 

Com o tema Arquitetura de Museus, a edição de 2015 do encontro, que acontece até o dia 30 de setembro, tem como objetivo ampliar e possibilitar o diálogo entre o arquiteto e os profissionais envolvidos no âmbito museológico nas construções e adaptações de espaços de museus, além de discutir as necessidades que circundam o tema: o planejamento dos espaços, a metodologia dos projetos a serem executados; sua manutenção e sustentabilidade. 

 

O evento será aberto para estudantes, professores, profissionais da área museológica e da arquitetura e demais pessoas interessadas no tema. 

 

Nesta edição do Encontro Estadual de Museus os debates serão focados em quatro eixos principais: Arquitetura de Museus; A formação na arquitetura de Museus; Projetos Arquitetônicos de Museus: metodologias e interdisciplinaridade e Arquitetura e acervo: possíveis interfaces. 

 

A ficha de inscrição está disponível no site www.cultura.mg.gov.br e deve encaminhada para o e-mail encontrodemuseus@cultura.mg.gov.br até o dia 25 de setembro de 2015. 

 

 

Estrutura atual em Minas 


Minas Gerais conta hoje com mais de 490 museus e, a exemplo de outros estados brasileiros, vem trabalhando sistematicamente pela consolidação do seu Sistema Estadual de Museus. A principal iniciativa nesse intuito é a realização dos Encontros de Museus de Minas Gerais, evento que teve início em 2005. 

 

Nos últimos anos, especialmente a partir de 2004, com a criação do Sistema Brasileiro de Museus (SBM), nota-se uma crescente articulação pela organização, desenvolvimento e valorização das instituições museológicas brasileiras. 

 

Duas ações políticas do governo federal no campo museológico vieram confirmar e fortalecer a importância cultural da grande e diversificada rede de museus espalhada por todo o território nacional: a criação do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e a instituição da lei que define o Estatuto de Museus.

Compartilhar

Deixe seu comentário