RJ: folha de pagamento cresce 146% em 7 anos

Segundo o Ministério da Fazenda, os gastos com o funcionalismo no Estado chega a R$ 31,6 bilhões

A folha de pagamento do Estado do Rio de Janeiro cresceu 146%, em sete anos, e lidera um ranking elaborado pelo Ministério da Fazenda.

Segundo a pasta, os gastos com o funcionalismo passaram de R$ 12,8 bilhões para R$ 31,6 bilhões, desde 2009.

Os valores foram divulgados pelo ministério para contestar, no STF, o pedido de seis estados, entre eles Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, que querem pagar as dívidas com a União adotando juros simples, e não juros compostos como pedido pelo Governo Federal. Com a mudança, a União teria um prejuízo de R$ 313 bilhões.

Na última sexta-feira (15), o Superior Tribunal Federal deu ao Governo do Rio uma liminar que autoriza o pagamento das parcelas das dívidas por juros simples.

O pedido busca reduzir o saldo devedor do Estado, além de realizar o pagamento das parcelas em valores menores do que os exigidos pelo Governo Federal, sem sofrer punições, como retenção de repasses federais. Com a alteração, o Estado do Rio economizaria R$ 300 milhões por mês.

Compartilhar

Deixe seu comentário